Um blog à beira de um prozac.

Oh, Deus! Faça com que visitem o meu blog, para que ele nao seja mais um desses blogs solitarios e deprimidos vagando à deriva por esse breu digital, sem amigos, sem leitores, sem seguidores, sem simpatizantes, sem implicantes, sem replicantes. Amém. ( Breve momento argentino, com trilha de Antonio Maria.)

5 comentários:

  1. Poisintão... Não só visitei, como botei um link para o seu blog lá no meu. Beijo!

    ResponderExcluir
  2. Querida Graça,

    estou gostando muito do blog e já sou freguês. O poema que publicaste é coisa rara, coisa de poeta mesmo.
    Parabéns por compartilhar tão fina emoção e o teu pensamento.

    Um abraço do leitor

    Jorge Finatto

    ResponderExcluir
  3. A guria se diz implicante e apaixonada. Então, persevere, Hanninha. E chegarás à condição de Síndica, com S maiúsculo. rsrs
    Um abraço do
    Hannoboy, fã, amigo e marceneiro, too

    ResponderExcluir
  4. Zeca escreveu:
    ei, gracinha,
    gostei do seu blog, não precisa de prozac,
    um beijo
    zeca

    ResponderExcluir
  5. Zeca escreveu:
    entei fazer comentários mas
    não houve jeito...
    o do laçador, então, eu de tão iguinorante
    pensava que ele ficava ali ao lado do aeroporto
    causo algum avião descesse embalado de mais...
    beijo,não sabia de professora e subsíndica,
    não sei se lhe desejo subir um degrau da carreira
    e tornar-se síndica...
    beijo
    zeca

    ResponderExcluir

DESTAQUE

Com quantos Zaragozas se faz um Zaragoza?

Criador e modelo  Das Belas Artes aos multizaragozas " Pra ele, tudo na vida é uma folha em branco à espera de idéias novas...

MAIS LIDAS