Salvador salva a dor

Salvador salva a dor de ser ocidental
de viver mal sem sal amontoado
na prateleira da cidade grande.

Salvador destapa os poros
acorda o corpo amortecido
expõe a carne água na boca
morder a maçã boa de mil pecados

Salvador é o caminho de volta
à origem bruxa do Oriente
pimenta, dente, saliva língua, gente, quente
uso, fruir, usufruir

Salvador é o fundo primitivo mundo sangue fazendo a pele rosada rubra vida urge, turge, muge
eu, vaca, mulher e peixa
Salvador, tua lembrança não me deixa.

( Salvador, 1992)

SE VOCE GOSTOU DESTE POST, TALVEZ CURTA ESTE.

3 comentários:

  1. muito bom, gracinha.
    senti a dor de não estar lá
    agora. Mas logo vou, seu
    poema chama
    beijo
    zeca

    ResponderExcluir
  2. Zequinha! Q bom que curtiste....La da tua Cacha Prego, Salvador imã? bj

    ResponderExcluir

DESTAQUE

Com quantos Zaragozas se faz um Zaragoza?

Criador e modelo  Das Belas Artes aos multizaragozas " Pra ele, tudo na vida é uma folha em branco à espera de idéias novas...

MAIS LIDAS