Poesia: Despaixão


Cada vez que me desapaixono
é como se retomasse
um pedaço meu
vagando no universo,

como se reaprendesse
a me ter.

Ai,
esse pressentimento
de me partir pra sempre
em retalho.

Ai,
essa gana,
esse espantalho,
esse dano,
esse medo mudo
de não haver linha
que me costure
a outro pano.

( Graça Craidy)

SE VOCÊ GOSTOU DESTE POST, TALVEZ SE INTERESSE POR ESTE.

Um comentário:

  1. boa, gracinha!
    não se deixe costurar
    pelo menos por muito tempo...
    beijo
    zeca

    ResponderExcluir

DESTAQUE

SOU FEMININA, NÃO FEMINISTA

Cada vez que escuto esta frase bonitinha pero equivocadinha, me dá um desgosto profundo, de ver quão enganadas estão as manas que separa...

MAIS LIDAS